Arquivo da tag: Piano

TECLADO MUSICAL OU PIANO DIGITAL? QUAL ESCOLHER?

 O primeiro contato com um novo instrumento musical resulta em dúvidas. Um violão por exemplo, carrega consigo, formato de corpo, tipo de madeira, encordoamento de diferentes materiais… E essas características vão de acordo com a sua necessidade/escolha e desejo em aprender!

 Hoje a Super Sonora traz… TECLADO OU PIANO? QUAL ESCOLHER?

 Em primeiro ponto, cabe ressaltar que piano e teclado são dois instrumentos diferentes, com particularidades que se diferem muito além de somente seus respectivos tamanhos. Cada um tem o seu “estilo musical”, assim cada um se adequa melhor a determinados gêneros e músicas, reforçando que nada é uma regra.

 O Piano Acústico é considerado um Instrumento Mecânico, o que significa que existe todo um mecanismo, que quando ativado pela determinada tecla juntamente com a pressão exercida, cada som torna-se único.

Woman playing a piano in music studio

Já o Teclado é um Instrumento “eletrônico”, onde uma mesma tecla carrega consigo, diversos sons, sendo isso respectivo a cada efeito aplicado.

Teclado Digita

Existe também o Piano Digital, que basicamente simula a experiência de um piano acústico, mas com novas tecnologias aprimoradas e a rigidez, trazendo a imponência de um instrumento superior a um teclado digital, mesmo que ambos possuem características mais focadas para áreas distintas, mas também com a versatilidade em comum, como o transporte facilitado, manutenção se necessário, entre outros.

A maior divergência de escolha encontra-se na diferença entre teclado digital e piano digital. Vamos para as Diferenças Principais:

Piano Digital – CDP-S90 (Casio)
  • Os teclados possuem em média 64 teclas, enquanto os pianos digitais, 88, sendo o mesmo número de um piano acústico.
  • Com o intuito de simular a experiência de um acústico, os pianos digitais possuem um peso “maior” nas teclas (os bons pianos digitais simulam inclusive a diferença de peso nos registros grave, médio e agudo), enquanto os teclados são mais leves ao tocar, com tecnologias de sensibilidade ao toque, diferenciando bastante os dois instrumentos na prática.
  • Além do Instrumento em si, existem fatores que complementam a experiência, como móveis, suportes, acessórios… Estruturas de modo geral. Para os pianos digitais por exemplo, existem móveis e banquetas, que o complementam, a fim de uma proximidade ainda maior do que seria tocar em um piano acústico.
  • Dentro dos teclados, existem variações como: Arranjadores, Sintetizadores, Workstations e Controladores. Cada classe explora a fundo tudo o que é possível para versatilizar o uso do instrumento, assim sendo possível seu uso em uma gama gigante de estilos e gêneros, ampliando, e muito, o campo o qual um piano normalmente se enquadra, principalmente ritmos populares atuais, como Funk e “Pisadinha”.
  • Tratando-se de um objeto de estudo, o piano digital traz funções com o objetivo principal de se assemelhar a um piano acústico, sendo um instrumento de construção, objetivo e experiência diferentes de um teclado musical, que também não é diferente para estudos, porém com a possibilidade de efeitos, transporte facilitado, sem falar na possibilidade ampliada de execução para estilos e ritmos distintos.

Se você gosta de piano e procura algo compacto, fácil de transportar, que possa tocar a noite sem incomodar ninguém, o piano digital é uma ótima opção. Mas se você tem espaço em casa e gosta do clássico som do piano acústico, você pode escolher entre o piano vertical ou de cauda, itens de mais alto nível e experiência, aperfeiçoando cada vez mais a experiência final.

Agora, se você curte brincar com timbres, ritmos e tecnologia, o teclado digital é uma ótima opção para músicos, principalmente iniciantes. Com o Teclado você pode explorar áreas, e descobrir o que você mais gosta de tocar, contando com a ajuda de todo um sistema eletrônico por trás das teclas, e com um valor muito mais acessível!

Em resumo, o piano carrega consigo, além do som característico, a experiência sensorial e sonora de um piano de alto nível, com finalidades mais refinadas, e o Teclado Digital expõe tudo o que se pode fazer com as teclas, sendo composto por efeitos, ritmos, e diversas funcionalidades que auxiliam o aprendizado e a versatilidade de tocar muita coisa, em um só instrumento!

Indiferente da escolha, a satisfação ao aprender algo novo é surpreendente! E baseado nessas dicas e descrições, esperamos que sua dúvida tenha sido sanada, e você escolha a melhor opção dentro de seus objetivos!

Aqui na Super Sonora você encontra a mais ampla variedade em Pianos, Digitais e Acústicos, e Teclados! Clique e veja!

Em nosso canal do Youtube temos diversas reviews de pianos e teclados!

–> CLIQUE AQUI E CONFIRA!

O QUE É POLIFONIA EM MÚSICA?

Falaaa, galera! Beleza?! 

Hoje viemos trazer uma explicação bem breve e fácil para você entender o que são as famosas polifonias, viu? Se liga aí então e bora lá!!

  • A polifonia musical é constituída na interação de melodias entre duas ou quatro vozes que ao se comportarem de maneira melódica constituem relações harmônicas.
  • Então a polifonia é a quantidade de sons que os instrumentos podem exercer ao mesmo tempo, por exemplo o número de notas que podem ser tocadas ao mesmo tempo em um Teclado (o número de teclas que podem ser tocadas ao mesmo tempo, afim de que todas saiam o som)… CLIQUE AQUI para ver modelos de teclados.

E aí?! Espero que tenhamos esclarecido as coisas!

Fiquem ligadinhos aí que sempre traremos novas dicas, beleza?! 

Para você dar uma olhadinha em todos os instrumentos de teclas que temos, CLIQUE AQUI! 

PIANO ACÚSTICO E PIANO DIGITAL. QUAL A DIFERENÇA?

Falaaa, galera! Beleza?! Vocês conhecem a diferença entre o piano acústico e o digital? Hoje viemos trazer algumas características de cada um!!

Piano Acústico: O som desse instrumento é gerado a partir dos martelos que tocam as cordas. Para construir um piano acústico são usadas mais de 6 mil peças, por isso é considerado um dos instrumentos de maior engenharia. 

Os pianos acústicos se dividem em dois modelos: O de armário, também conhecido como vertical. O mesmo é um modelo mais compacto. E o outro modelo é o de cauda, muito utilizado em auditório, ele pode chegar a 3 metros de comprimento.

A projeção do som é o grande fator que os diferencia, os pianos verticais por serem menores tem um som um pouco mais baixo. Enquanto os pianos de cauda, pelo formato de sua tampa quando aberta, projetam o som para um espaço maior.

Se quiser dar uma olhada em alguns modelos, CLIQUE AQUI! 

Piano Digital: O piano digital atende pelo nome de piano elétrico também, é uma opção mais barata e que não gera tanta manutenção.

O instrumento é mais compacto, facilitando muito o transporte. Mais indicado para os iniciantes. Alguns pianos digitais trazem recursos não encontrados nos pianos acústicos como variedade de timbres, gravação, metrônomo e diversos outros. 

Você pode visualizar alguns modelos, clicando AQUI!

Espero que tenhamos tirado as suas dúvidas, viu?!

Você pode dar uma olhadinha em algumas reviews, unboxings e testes que fizemos de alguns pianos em nosso canal do YouTube, acesse clicando AQUI!

PARA QUE SERVE O PEDAL SUSTAIN?

O que é? Para que serve? Como usar?

Hoje vamos falar um pouquinho sobre Pedal Sustain! Vamos te mostrar o que é, onde é utilizado e também te ensinar à usar do jeito certinho, fechou?!

Falaa, galera!! Beleza?! Como já foi dito, hoje tiraremos as suas dúvidas sobre o tão conhecido Pedal Sustain. Se você ainda é leigo nesse assunto não se preocupa, viu?! Hoje iremos te ajudar!! Bora lá!!

  • O QUE É?
    Sustain é um termo inglês e sua tradução significa SUSTENTAÇÃO. O pedal é basicamente isso: Enquanto o pedal estiver pressionado a nota estará sendo tocada.
  • ONDE USAR?
    No piano o pedal fica do lado direito, junto com os pedais do piano. Já no teclado o tecladista pode escolher onde utilizar, mas geralmente é utilizado no mesmo lugar que o piano. Clicando aqui você pode ver alguns modelos de teclados!
  • ELE JÁ VEM INCLUSO NOS INSTRUMENTOS?
    No piano, na maioria das vezes já vem incluso, mas no teclado você precisa adquiri-lo avulso, pode encontrar clicando aqui!
  • PARA O QUE É UTILIZADO?
    O pedal é utilizado para enriquecer a sonoridade do seu instrumento, também usado para fazer a ligação entre uma nota em outra sem deixar um vácuo. Ou seja, utilizado para valorizar os trechos que você deseja destacar.
  • COMO UTILIZAR?
    Na partitura o uso do pedal é indicado por um colchete virado, sabendo disso você deve pressionar o pedal até o fim do próximo colchete.

Para fazer a utilização correta não há segredo, apenas prática, igual qualquer outra atividade. Treinando você irá adquirir coordenação e fará uma execução cada vez melhor. Espero que tenha tirado as dúvidas de vocês aí, hein?! Se você está procurando mais conteúdo, vou deixar o link do nosso canal do YouTube, lá você aprende de uma forma mais dinâmica, você acessa nosso canal clicando aqui!

O Pedal Sustain você pode encontrar clicando aqui!

O QUE SÃO TECLAS SENSITIVAS?

Você sabe para que serve?

   Se você está no meio musical, com certeza já deve ter ouvido falar em sensor de pressão ou teclas sensitivas, certo?! Sabemos que é uma função muito importante em teclados, pianos e de mais instrumentos de teclas, mas hoje você conhecerá e poderá se aprofundar um pouquinho mais.

   Falaaa, galera! Beleza?!

   Hoje viemos trazer um conteúdo muito importante para você que ainda é novato no assunto teclas, então senta aí que lá vem história!

– O QUE SÃO TECLAS SENSÍVEIS?

    Na hora de comprar um teclado (veja modelos com TECLAS SENSÍVEIS aqui!), seja ele seu primeiro instrumento ou então para se aprimorar, há algumas características legais de serem analisadas. As teclas sensitivas ou sensíveis ao toque são responsáveis por controlar a pressão que é exercida quando você toca o instrumento, resumidamente ela mede a intensidade desejada do som. Ou seja, ao apertar uma tecla do piano ou teclado, por exemplo, com menos intensidade ou força, o volume produzido será mais baixo e terá um timbre diferente do que se a situação fosse inversa.

– E OS TECLADOS SEM SENSIBILIDADE?

   Os teclados sem sensibilidade são mais indicados para quem não quer investir tanto em um instrumento o qual não sabe se irá se adaptar, ou melhor, para quem terá seu primeiro contato com o instrumento, mesmo tendo em vista que é significativo e bem interessante ter essa função desde o começo dos seus estudos, viu?!

– APERFEIÇOAMENTO DO SOM

   Para melhorar ainda mais o som do seu instrumento um equipamento bastante utilizado é o pedal sustain (veja preços aqui!). Ele tem a função de manter as notas prolongadas e como o nome já diz, sustentadas. O seu uso se dá principalmente durante a troca de acordes. Segundo diversos tecladistas e pianistas o pedal preenche mais a música, não a deixando a música com transições tão secas. Claro que apenas um pedal não resolverá seu problema, a importância de escolher o instrumento certo, de qualidade e procedência ajuda muito.

– FECHAMENTO

   Portanto, é importante ter em mente que as teclas sensíveis são muito importantes para o desenvolvimento da musicalidade, principalmente de quem está iniciando no mundo da música, porém não é uma regra, irá do gosto de cada músico, beleza?!

Você pode saber mais sobre em nosso canal do YouTube (Veja aqui!). Nesse vídeo você conseguirá ver esse conteúdo de forma mais dinâmica. Ahhh… Se você gostar do vídeo não esquece do like, hein? Se inscreve também no canal pra ficar por dentro de todas as nossas dicas de música.

Em nosso site você encontrará toda linha de instrumentos de teclas COM e SEM sensibilidade, fechou?? (Clique aqui para ser encaminhado para o site)

É isso aí, espero que esse conteúdo tenha sido importante e tenha tirado as suas dúvidas. Até a próxima!